Notícias de 2023


DESTAQUES

 

O Tribunal de Contas do Município de São Paulo continuará suas atividades, mesmo com o recesso de final de ano.

O Tribunal de Contas do Município de São Paulo encaminhou um alerta à prefeitura de São Paulo sobre os programas criados para atender a população em situação de de rua. O prazo para a resposta é de 15 dias úteis. A administração municipal precisa prestar esclarecimentos sobre a auditoria feita pelo corpo técnico do tribunal, além de explicar a questão da rescisão contratual e a contratação emergencial para a gestão das Vilas Reencontro.

O Tribunal de Contas do Município de São Paulo determinou que a prefeitura garanta a dignidade menstrual de mulheres na cidade de São Paulo, com uma série de medidas e ações no prazo 15 dias úteis. A decisão foi tomada por unanimidade pelos conselheiros depois da apresentação dos resultados da auditoria realizada sobre o tema.

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Município de São Paulo decidiram enviar um ofício à prefeitura com sete novos questionamentos sobre a privatização da Sabesp. As questões foram elaboradas pelo conselheiro João Antonio durante sessão plenária desta quarta-feira (6/12). 

Os prazos processuais no Tribunal de Contas do Município de São Paulo estarão suspensos entre os dias 20 de dezembro e 19 de janeiro. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Cidade e o conteúdo está na Portaria SG/GAB nº 03/2023.
 

A palestra ao vivo debate os 75 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos, documento aprovado pela ONU em 1948 e considerado marco mundial de proteção fundamental aos direitos humanos.

O presidente Eduardo Tuma representou o Tribunal de Contas do Município de São Paulo em dois eventos realizados nesta sexta-feira (1/12).

Representantes da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) atenderam convocação do TCMSP e participaram de reunião técnica para prestar esclarecimentos sobre a construção de dois piscinões, às vésperas do período de enchentes. O encontro aconteceu na última quinta-feira (30/11), no plenário da casa, com a participação de auditores e do gabinete do conselheiro relator da matéria, Domingos Dissei..

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Município de São Paulo fizeram um novo alerta sobre o excesso de contratações emergenciais na gestão municipal de São Paulo. A discussão foi sobre editais de nutrição hospitalar. Os contratos emergenciais na área vêm sendo prorrogados desde fevereiro de 2016. A decisão de emitir o alerta e uma determinação para fazer a contratação correta foi tomada por unanimidade pelos conselheiros na sessão plenária desta quarta-feira (29/11).

O Tribunal de Contas do Município de São Paulo emitiu um alerta para a prefeitura exigindo a melhoria dos serviços nos terminais de ônibus depois da blitz realizada nos últimos dias.